3 dicas para os Agilistas melhorarem seus treinamentos:

3 dicas para os Agilistas melhorarem seus treinamentos:

Dar treinamentos é uma tarefa que o Agilista não vai poder fugir e se esquivar ao decorrer de sua carreira. Isso porque muitas empresas contratam Agilistas somente para dar treinamentos.

É certo que os temas dos treinamentos são os mais diversos dentro do mundo da agilidade. Assuntos como, pensamento e práticas Lean, Scrum, Kanban, gerenciamento ágil de projetos, dentre muitos outros estão no guarda-chuva desse profissional.

Então, preparamos esse artigo com 3 dicas muito importantes que farão de você um Agilista melhor, e o mais importante: Te ajudarão a melhorar seus treinamentos.

Atenção, para essas dicas funcionarem, ou para você dar qualquer treinamento, o pré-requisito é dominar o assunto. Sem isso, as dicas que vamos apresentar não servirão de muito para você dar treinamentos bons, ok?

1- Pense no treinamento como se fosse um projeto:

Essa é nossa primeira dica para quem está a fim de melhorar seus treinamentos. Projeto é um esforço temporário, ou seja, tem começo, meio e fim assim como um treinamento deve ter.

Imaginando o treinamento como um projeto, você vai obrigatoriamente respeitar suas fases, o que significa que seu treinamento precisará passar por análise, implementação e testes até chegar a fase final da entrega.

“Dar um treinamento, é analisar, planejar e executar um projeto.” Afirma em seu canal do YouTube, Heitor Roriz. O vídeo foi intitulado como ‘Dicas para o Agilista dar os melhores treinamentos’.

2- Tente suprir os gaps, e faça exatamente o contrário:

Suprir os pontos que você possui bloqueios ou limitações é muito importante para que você experiencie e sobretudo, aprenda na prática executando e aperfeiçoando esses pontos.

“Uma vez que você domina o assunto, vai pra cima. Por exemplo, ‘tenho medo de dar treinamento para uma empresa de uma consultoria x…’ Vai lá e vende o treinamento para eles. Se tiver a oportunidade, não deixe ela passar. Se tiver alguma coisa que está te deixando desconfortável, bota pra cima” Explica o CEO da Massimus — Agilista a mais de 17 anos — Heitor Roriz.

3- Invistas em ótimas ferramentas:

A gente sabe que o cenário de funcionamento corporativo mudou por definitivo por conta da pandemia. O home-office veio para ficar e isso nos ensinou que o ’à distância’ funciona, e muito bem.

Por conta disso, boas ferramentas para comunicação e engajamentos farão toda a diferença quando o assunto for treinamento. Nossa recomendação é que você, como um Agilista que aplica um treinamento, não pegue o caminho mais barato de não utilizar boas ferramentas.

Temos 3 boas ferramentas para você, mas pode ser que outras se encaixem melhor na sua dinâmica. O Zoom é super recomendado para a comunicação. Com ele você poderá criar salas com grupos separados, pedir feedback dos participantes, mas, só ela não é suficiente.

Outras duas ferramentas interessantes para o engajamento são o Miro e o Mural. Com ambas, os participantes do treinamento poderão colocar a mão na massa. Com elas você terá um quadro e espaço para criar atividades para interação com todos os participantes. Isso tudo em tempo real e de forma interativa e colaborativa.

Dica extra: Em alguns tipos de treinamentos você como Agilista precisará se preocupar com o Pós-treinamento. Ou seja, você vai precisar se preocupar com encontros para tirar as dúvidas e follow-up dos participantes.

A manutenção do treinamento precisa ser levada em conta quando o assunto for garantir a qualidade do treinamento, pois o público de um treinamento é mais exigente.

Para suprir este pós-treinamento, você pode criar um grupo em redes sociais ou até mesmo no WhatsApp/Telegram podendo manter o networking entre os participantes e sanar eventuais dúvidas.

Conclusão

Nesse post podemos ver que treinamentos devem ser tratados como se fosse um projeto, pois precisa ser planejado, pensado, testado e executado.

Demos uma dica para melhorar e superar os medos e o mais importantes, como suprir os gaps e limitações.

E por fim, apresentamos 3 ferramentas diferentes para que seus treinamentos ofereçam a melhor experiência para os participantes.

E teve uma dica extra que fala especificamente como lidar com o pós-treinamento e a importância da manutenção do mesmo.

Se você se interessa por assuntos como o que abordamos neste artigo, e quer receber insights diariamente sobre agilidade e métodos ágeis, siga o Heitor em seu Instagram @hroriz

A Massimus é uma empresa que realiza treinamentos oficiais pela Scrum Alliance e oferecemos soluções Scrum através de Agile Coaching e Mentorias.

A Massimus é uma empresa que realiza treinamentos oficiais pela Scrum Alliance e oferecemos soluções Scrum através de Agile Coaching e Mentorias.