Como o Agilista pode medir resultados de projetos?

Quando se faz um projeto de transformação ou um projeto de qualquer outro tipo, é preciso pensar no seguinte aspecto: ‘qual a diferença do projeto para o que vai ser construído?’. É preciso, então, ter uma perspectiva mais abrangente, como acontece em Scrum e Agile, em que há a perspectiva do produto.

A primeira forma então de medir resultados de forma mais concreta é sair da perspectiva só do projeto e extrapolar essa perspectiva para o produto. Pois, a partir do momento em que se foca no produto, a visão do Agilista será a mesma que a do cliente e, então, o profissional passa a pensar como o cliente, o que é fundamental para que se possa entender como o produto está chegando ao público final e assim poder analisar de forma ampla o desempenho do projeto.

É importante também ter o seguinte questionamento: ‘como saber, a partir da perspectiva do cliente, que a entrega está sendo feita com qualidade?’. Mesmo havendo índices de análises ou métricas, o cliente não sabe desses dados. A diferença entre a visão do projeto e o escopo do projeto, é a visão do produto, pois esta traz a perspectiva do cliente. Deve-se, portanto, parar de falar de objetivo de projeto e começar a falar de benefício de produto.

A segunda forma de medir resultados é estabelecer um conjunto de métricas para serem medidas. As métricas a serem analisadas serão as de processo e de produto. Alguns exemplos de métrica de processo são: quantidade de defeitos produzidos; tempo necessário para resolver um defeito; quantidade de trabalho em progresso; tempo de preparação de demanda; etc. Essas métricas são de Lean e Agile, e podem sofrer variações de nomes conforme as áreas às quais são aplicadas.

As métricas de produto são ideais para auxiliar os profissionais que atuam em Startups, por exemplo, visto que visa analisar se o cliente está sendo diretamente impactado, pois se o produto estiver impactando o cliente, significa que o projeto está dando resultados. Alguns exemplos de métrica de produto são: NPS; nível de facilidade de utilização do produto; etc. É importante que esses dados e métricas sejam obtidos e reportados aos gestores, clientes ou profissionais responsáveis, para que possam atuar e tomar as decisões para as próximas etapas do projeto.

A terceira forma de medir resultados é comparando o projeto do Agilista com os demais projetos da empresa em questão. O Agilista deve estar munido de métricas e comparar o projeto que está implementando, ou que já implementou, com outros projetos da mesma empresa. Dessa forma, aplicando o conjunto de métricas de processo e de produto nos projetos anteriores da empresa, o projeto elaborado e aplicado com metodologias ágeis poderá se destacar em larga escala dos demais projetos já realizados.

Um projeto é um esforço temporário, portanto tem sempre começo-meio-fim; é também realizado por uma equipe para produzir um resultado, serviço, solução ou produto únicos. Todo projeto tem um processo de construção e produz algo que se pode medir o impacto. Esses são conceitos básicos de projeto que são necessários dominar para que se tenha dimensão e consciência de como e quando tomar as melhores decisões para alcançar os objetivos propostos por uma empresa, cliente ou demanda específica.

--

--

--

A Massimus é uma empresa que realiza treinamentos oficiais pela Scrum Alliance e oferecemos soluções Scrum através de Agile Coaching e Mentorias.

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Massimus

Massimus

A Massimus é uma empresa que realiza treinamentos oficiais pela Scrum Alliance e oferecemos soluções Scrum através de Agile Coaching e Mentorias.

More from Medium

Journalism in Uruguay: interview with Pedro Russi Duarte

Mintz Levin — Manhattan Law Firm Blows Up Size of Office as Symbol of Branding, Rank, and Power

Land of Lobotomites, Home of Pigs

BACKTRACK: A Year With Asmo’s Music